Prof. Dr. Roth Vargas

NEROUCIRURGIÃO

Campinas SP

Brazil

Tel. (55) X 19 9 3789 5577

www.cmcnet.com.br


Neuralogia do Trigêmio


O tratamento da Neuralgia do Trigêmio pode ser realizado através de uma micro-cirurgia. A seguir uma breve descrição dessa patologia.

Considerada a “pior das dores”, essa patologia, antes interpretada como "idiopática" (de causa desconhecida), é hoje Neuralgia do Trigêmio uma condição bem esclarecida e curável. Trata-se de uma dor aguda, intensa na face, semelhante a dor de "todos os dentes" inferiores ou superiores, eventualmente as duas condições. Ou na região do olho e testa. Aparece em forma de "relâmpago", pode durar minutos ou horas. Os episódios de dor podem ser desencadeados por toques na gengiva, na face, ao barbear-se ou fazer higiene bucal. É o chamado ponto gatilho que ao ser tocado "dispara a dor".

Essa patologia é ocasionada pelo contato intracraniano entre uma artéria/veia com o Nervo Trigêmeo (chamado quinto par craniano). Esse nervo é responsável pela sensibilidade da face e dentes. É chamado trigêmeo por Neuralgia do Trigêmiopossuir três ramos – oftálmico –maxilar e mandibular, a dor distribui-se nessas áreas. O tratamento curativo consiste em "desencostar" a artéria do nervo. Imagine um "galho de árvore" batendo em um fio elétrico e provocando choques, curto circuitos e faíscas... comparativamente seria isso que acontece entre artéria e nervo. O tratamento consiste em separar um do outro colocando-se um isolante protegendo o nervo.Neuralgia do Trigêmio

Veja os vídeos de uma Microcirurgia. Nesses casos é realizada a Descompressão Vascular do Nervo Trigêmeo com uso do microscópio cirúrgico. Através de uma pequena abertura no crâneo, na região suboccipital (atrás da orelha...) o cirurgião chega até o nervo através de uma "fenda", afastando o cerebelo, o nervo trigêmeo aparece como uma fita branca e nitidamente observa-se a artéria pulsando sobre o nervo. É esta condição que provoca a dor. Na Microcirurgia o olho do cirurgião observa como se estivesse "encostado" no orifício junto ao crânio, diferente da Vídeo-Cirurgia onde o olho do cirurgião "passaria" através do orifício e estaria junto ao nervo.

Rua Dr. Edilberto Luís Pereira da Silva 150
Barão Geraldo - Campinas/SP